MixLit 38: Querer muito ver

– Quem está aí? – perguntou o cego, dando passos para trás em busca de defesa1 – Quem é você?2

– Pai, eu quero conversar e não quero fazer firififi nenhum, mas.

– Mas o quê?3 Você está sem vestido?4

– O que você está sugerindo?

– Não estou sugerindo5.

– O que você vai fazer, Papai?

– Dar uma olhada6. Eu quero muito te ver7.

_____________________

1 André VIANCO. O senhor da chuva. Novo século. São Paulo. 2002, p.62.

2 Ignacio PADILLA. Amphitryon. Tradução de Sérgio Molina e Rubia Prates Goldoni. Companhia das Letras. São Paulo. 2010, p.78.

3 Beatriz BRACHER. Azul e dura. Editora 34. São Paulo. 2010, p.96.

4 Carlos Heitor CONY. Bale branco. Objetiva. Rio de Janeiro. 2005, p.38.

5 Doris LESSING. As avós. Tradução de Beth Vieira. Companhia das Letras. São Paulo. 2007, p.28.

6 Cormac MCCARTHY. A estrada. Tradução de Adriana Lisboa. Alfaguara/Objetiva. Rio de Janeiro. 2007, p.183.

7 Haruki MURAKAMI. Minha querida Sputnik. Tradução de Ana Luiza Dantas Borges. Alfaguara/Objetiva. Rio de Janeiro. 2008, p.228.

Imagem: “Healing the blind man”, de Edy Legrand: http://ruach.wordpress.com/2009/12/02/reflections-on-the-healing-of-the-blind-man-in-john-9/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: